Translate

20 de ago de 2008

Dia Cheio!


Pois bem, sabe aqueles dias que a gente não devia sair da cama de jeito nenhum??? então, meu dia foi assim. Estou exausta.
Odeio acordar cedo, mas todo dia acordo as 5:30hs da manhã, acordo as crianças, ponho no banho, dou café , mando para escola. Volto a dormir afinal chego em casa 1:00h da manha e costumo dormir as 2:00hs... Volto a dormir ate as 8:00, é meu melhor sono, durmo bem e acordo com carinho, daquele jeito gostoso, quando alguém que a gente ama acorda a gente dando bom dia. As vezes durmo denovo mais meia hora so para ter um repeteco desse acordar.
Mas não hoje. Hoje o telefone tocou, era a escola do meu filho mais velho, me chamando para busca-lo porque estava passando mal, saí as pressas, de chinelo ( é sou mãe coruja mesmo.), por sorte não era nada de grave, um mal estar. Voltamos.
Passo a manhã toda on line nisso foi igual, falei com alguns amigos no msn, olhei orkut, fiz minhas pesquisas iconograficas ( adoro!!), e como sempre pedi ao Andress que fosse buscar o Matheus na escola, daqui a pouco ele chega... branco feito papel dizendo que ele, Matheus, não estava lá.
-Como assim???? ele ficou lá dentro hoje de manhã, como nao estava lá para sair???
-Eu não sei mãe! So não tava lá.

Começei a ligar para a escola, que por sua vez nao atendia a porcaria do telefone. Algo me dizia que estava tudo bem, mas minha mãe falava que eu devia ser mais cuidadosa, o Andress perguntava aonda ele poderia ido sem que ninguém visse, o Iori ja queria chorar.

Ahhhhhh!

Surtei. Meu pai ( que tem mais sensibilidade do que muita mãe por aí...) me proibiu de sair, disse pra eu ficar do lado do tel tentando falar com a escola e sem abandonar a segunda linha. E fizeram a comitiva. Meu pai por um lado, O Iori foi nas lan houses e locadoras ( sabe-se la porque o Matheus adora locadora) e o Andress voltou a escola ( que por sua vez ainda não atendia a droga do telefone). Por sorte todos voltaram logo e com o Matheus, que estava na escola em aula de reforço, mas não me entregou o comunicado que a escola mandou e nem sequer sabia aonde tinha largado a agenda com o tal comunicado... Alivio para meu coração de mãe.
Fiz o afazeres do cotidiano e fui trabalhar. e eis o " Grand Finale" a lotação bateu!! daquelas batidas de rodopiar... por sorte (???) em frente a clinica do meu convênio. Entrei na clinica, tive uma crise nervosa. Não falava, não chorava e mal respirava. Comigo nada aconteceu só bati com a cabeça ( mas foi no capricho!), tomei um remedio que não sei oque é, nem pra que serve, e me dispensaram na sequencia. Voltei pra casa, procurei alguém para conversar mas o raio do remedio fez efeito e dormi a tarde inteira.
Agora, no fim da noite, pronta para dormir de novo, só me resta acreditar que o amanhã sera muito, muito, muito mais tranquilo.

Afinal é justo!


Beijos na alma


Um comentário:

Cristiane Martins disse...

Bota dia agitadinho esse hein?
Credooo que angústia... mas no fim, tudo ficou bem e isso é que importa...
Às vezes o carinha lá de cima manda esses avisos pra gente dar mais valor a nossas vidas...
Temos que saber entendê-los.
Bjo querida