Translate

29 de mai de 2008

Só de leve.

Estou passando de leve, somente para atualizar esse espacinho.
Estou em falta com as atualizações, mas sabe como é, ? Lá vem a vida acontecendo depressa demais para gente entender, e atropelando tudo pela frente, inclusive eu mesmo. Porque gente é sempre tão difícil? Porque a gente não consegue, simplesmente, aceitar os outros como eles são?? Mania de querer que as coisas e pessoas sejam do nosso jeito, enquanto a gente mesmo não se ajusta as vontades alheias...
Estou muito triste hoje, porque a vida esta me dando uma daquelas lições que machuca muito para aprender. Ela esta mudando todas as perguntas e me deixa perdida sem as respostas. Estou aprendendo que as pessoas saem das nossas vidas, mesmo quando oque mais desejamos é que elas fiquem... Estou aprendendo que por mais que seja intenso, por vezes, o maior de nossas vidas pode não nos achar o maior amor de sua própria vida... E é apenas justo. Mas é difícil pra caramba, compreender.
Estou aprendendo que nunca podemos ter tudo, é sempre necessário abrir mão de alguma coisa. Acho que é uma regra para se viver nesse mundo. E estou relembrando a velha lição já ensinada tantas vezes, onde fica claro que : Não importa o tamanho da sua tristeza ou sua dor, a vida sempre continua.

E como continua, o melhor e vivê-la da melhor forma possível, mesmo quando pareça impossível viver...


Beijos e amor á todos.

Mariah

21 de mai de 2008

E agora????

Gente, estou viciada em blogs, e agora???? li tanto, e tantos, hoje que esqueci completamente de dormir... oque seria ótimo, já que estou virada desde ontem...
Fiquei impressionada. Hoje li blogs de mamães... um montão deles... Aprendi muitas coisas. As vezes fico cansada de tudo, inclusive de ser mãe. Eita coisinha dificil de fazer... você nunca sabe se acertou, ou não, nem imagina como aquilo vai refletir depois... mas quando os bracinhos abraçam, quando você vê que eles estão ficandos adultos legais, do tipo que você curtiria passar horas conversando e trocando idéias, aí você sabe que acertou!!!
As vezes me dá uma paranóia... eu começo a achar que se, " ser mãe é padecer no paraíso", eu gostaria muito de ver o tal paraíso, porque a parte do padecer eu conheço muito bem!! Mas hoje, lendo esses blogs me deu aquele estalinho que dá de vez em quando, na hora em que a gente precisa amadurecer...
É desses mesmo...
E percebi que estou, sim, cometendo alguns erros, mas comigo mesmo, porque a galerinha vai bem. Eu é que preciso aprender a ser oque sou, simples assim.
Eu fico chateada com um monte de coisas.. falta de dinheiro, fazer tudo o tempo todo, fico
chateada com solidão, comigo mesmo, com as tarefas; e esqueço as coisas bacanas , que me trouxeram até aqui, que me deram a possibilidade de passar o melhor de mim para o resto da humanidade.
Sou eu quem precisa de umas correções, mas sou eu (também) quem vai aplicá-las. Preciso traçar melhor minhas prioridades. É isso, vivendo ( ou lendo) e aprendendo...
Vou por uns links para alguns desses blogs que conheci (depois...) porque achei mesmo muito bacana, e vale como lição para quem quer ser melhor sempre!

Beijo de monte na alma

Mariah

16 de mai de 2008

3.3, Será uma Azero?...


Não, sou eu mesma!!!
33... A idade de Cristo...
Quando tinha 18 anos, nunca pensava além dos 21... Aos 21 tive meu 1º filho e parei de pensar em idade. O tempo foi passando e comecei a pensar nos filhos e nas idades deles. Hoje acordei com 33!!
Muita coisa vivi nesses 33 anos... coisas boas, outras nem tanto, as vezes fiquei só e as vezes mesmo acompanhada estive só, outras vezes dividi... Não tenho de que reclamar, muitas experiências aconteceram e me foram valiosas para tornar oque sou hoje.
Fui casada, tive filhos, aprendi a ser mãe, profissional, mulher... Aprendi que as escolhas doem e causam efeitos futuros, aprendi que não é preciso se abandonar para ser mãe; não é nem correto.
Causei magoas, pedi desculpas, chorei, dei colo, ajudei e recebi muito disso também.
Desses anos todos, trago de saldo: Personalidade, bons amigos, filhos lindos, um amor verdadeiro e eu mesma.
Demorei para me encontrar... demorei 33 anos. Hoje ainda estou em fase de construção, mas serei sempre um ser em construção, é assim que me sinto evoluir.
Ontem foi meu dia. Muitos parabéns pelo orkut ( até me surpreendeu), bem menos pelo telefone, é o mundo tecnológico!! Mas o mais importante eu tive; beijos sinceros e abraços carinhosos, canção de " parabéns para você", e declarações de amor.
Agora também não penso mais nos próximos anos, mas apenas porque quero aproveitar de verdade cada 1 dos que tenho.
É um novo ciclo, meu renascimento, meu momento "águia-fênix". Não é apenas a idade que muda. Tudo muda... Meu ano pessoal muda, minha cabaça muda, meu corpo muda, meu ser muda.
A cada dia descubro um pouco mais sobre mim mesma e esse processo de auto-conhecimento, por vezes dolorido, traz a maturidade, e aprendi que isso só acontece assim: com o passar do tempo, com o ganhar da idade. Fiz muitos projetos para esse " novo ano". Decidi que como presente para mim mesmo, vou me cuidar melhor, me dedicar com mais amor à minha família, aprender a ser mais terapeuta e estar mais perto dos bons amigos!

Amor a todos

Mariah

11 de mai de 2008

Dia da mães....


Estava pensando, hoje cedo... Quando somos mães??
Minha primeira resposta foi: Quando damos á luz! Mas que dizer das mulheres que abandonam seus filhos logo após o nascimento, em lixeiras, ruas, riachos...
Depois pensei: è quando criamos os nosso filhos, apesar das dificuldades! Mas que dizer das mulheres que ferem seus filhos fisica e emocionalmente, quando estão juntos?...
Então, dever ser quando educamos nossos filhos para que saibam se expressar, enfim... Mas que dizer das mulheres que educam seus filhos para roubar, mentir, e ganhar dinheiro para elas a qualquer custo?...
Na verdade acho que somos mães quando assumimos esse fato em nós mesmas. Quando amamos tanto que qualquer vitória vira orgulho, que uma musiquinha cantada no dia de hoje, enche de emoção... Somos mães quando passamos horas acordadas, cuidando da febre, esperando da balada ou apenas ouvindo os sentimentos... Somos mães quando brigamos por um erro, pedimos desculpas pelas palavras ditas de qualquer jeito, e damos Parabéns pelos acertos... Somos mães quando o nosso coração se encanta com um sorrisinho, ou o corpo aquece com um abraço pequenino ou gigantesco, independente do tamanho do filho...
Percebi que não precisa gerar e dar á luz para ser mãe; mas precisa amar!!
Parabéns á todas as mães de essência. As mães biológicas, as mães do coração, as avós-mães aos "pães" ( porque muitos pais são mães também!)
Simplesmente, Parabéns por sermos mães!!!!!!!!!!!

( aliás essa aí em cima é minha mãe, ela é tudo isso e muito mais!! Obrigado mãe e feliz dia das mãezinhas queridas para vc!!!!)

Amor no coração de todos
Mariah

8 de mai de 2008

Insônia... e o tempo passa...

Hoje, estou mesmo muito cansada... fazem 3 dias que não durmo mais que 2 horas por noite e o corpo começa a gritar por repouso, e o pior não estou com sono, apesar de tudo em mim ter ar de sono.
Ao menos tenho lido, atualizado o blog e feito várias pesquisas...
Estou, pensando também que já é hora de assumir um compromisso firme comigo mesmo, e cumprir minhas metas. Então é necessário uma mudança de hábitos para melhorar todo o resto.
Tenho trabalhado minha carência. Afinal esse é a maior de todas as metas. Também decidi que vou voltar a fazer o curso de espanhol. Falta de vergonha na cara, ainda não falar outro idioma... Mas agora vou fazer direitinho até o fim do curso, aí depois faço um blog em espanhol, rsrsrsrsrsrs.
Hoje meu filho mais velho faz 12 anos, caramba... como o tempo passa... 12 anos, no domingo o outro fez 10 anos!!! Eles estão se tornando homens, estão quase maiores que eu, e nos tornamos bons amigos. Engraçado você olhar para esses meninos e pensar que daqui uns anos eles serão homens feito com suas próprias vidas e famílias, e foram um bebes tão pequeninos que cabiam nas mãos. A vida é mesmo fantástica, gerar, alimentar, criar, educar e formar uma pessoa... tem um algo de Sagrado, de Divino.
Não é fácil ser mãe... a gente fica enorme, chora atoa, fica pesada e tudo é irritante, sofre as dores do mundo na hora do parto, passa noites em claro por causa de febres, dores de barriga, cólicas...
Mas quando o filho, ainda bebezinho, sorri vale a pena! Quando fala mamãe, o mundo vibra! Vem os apredizados, ler, escrever, o primeiro amor... os filhos.. os filhos dos filhos...
Engraçado é que são nesses momentos em que a gente percebe que valeu a pena!!!!!!
Parabéns Meninos pelo aniversário e por serem meninos tão maravilhosos.
Daqui a pouco sou eu... 3.3, o tempo esta passando..

Amor á todos e beijos na alma

Mariah

7 de mai de 2008

Momentos de crise


Estava pensando, hoje, em como guiamos nossas vidas... Mania de gente grande de arrastar as coisa mesmo quando elas não são mais possíveis; mania de querer complicar tudo quando a vida é, simplesmente, simples.

E essa insônia que não me deixa dormir porque sinto falta de um cheiro?... são coisa de ser humano normal. mas acho que normal é uma palavra bem dificil de traduzir. Hoje tive uma baita crise de choro... senti um enorme desespero porque senti muita falta de ter uma vida. Acho que entrei numa depressão.

Me peguei pensando, que tenho 32 anos ( quase 33!) 3 filhos, 2 gatas, 1 amor que vive em conflito consigo mesmo e pouco tempo para tudo isso e menos ainda para mim! tenho muitos numeros, mas pouca soma entre eles... Há momentos em que pensar é deseperador. Fiz terapia por um tempo ( acho que todos deviam fazer!) e descobri que nada sei sobre mim, e que mostro oque os outros precisam ver. Mas oque eu sou não permito que seja visto...

Confuso, não é?! Cabeça de mulher! Oque sei e que preciso roubar um pouco de espaço de mim para mim mesma. Sinto falta de dançar ( amo dançar!) e já não o faço ha muito tempo... Sinto falta de ler um livro sem parar até chegar ao final, e sinto falta de silêncio, mas silêncio da alma.

Descobri que sou confusa, descuidada e que me entristeço com as dores do mundo. Descobri que amo tudo oque faço, mas nem sempre amo tudo oque tenho... e descobri, que não sei se quero algumas coisas em minha vida, mas também não tenho forças para não tê-las. É difícil quando se está tão só que mesmo rodeado de pessoas, continuamos sós.

Aprendi com uma amiga muito querida "que só é completamente livre quem se responsabiliza por suas escolhas..." Mas aprendi (sozinha) que é difícil saber qual é a escolha, que algumas vezes essa "escolha" está além de nossas vontades, e que é mais difícil ainda se responsabilizar quando as escolhas trazem dor.

Mas a vida continua e grita a plenos pulmões que deve ser vivida!!


Bjs e amor a todos

Mariah

4 de mai de 2008

Artes

Oi pessoal, esqueci de dizer que criei um blog para falar de artes.
Todo tipo de artes é bem vindo, música, poesia, dança, pintura, fotografia....
Deixei o link e uma das obras para apreciação. Acabou de nascer, participem, enviem suas obras ( os créditos serão devidamente adicionados!).

Acessem!!! http://sallespimentel.blogspot.com

Bjs
Mariah

Passando...


Estou passando para deixar uma breve atualização!!! Saudades de escrever um pouco também...

As vezes a vida carrega a gente num embalo alucinado e não sobra muito tempo prara a gente mesmo. Grave erro!!!! É necessário fazer o nosso próprio tempo e aproveitá-lo ao extremo, ele é o mais importente que temos, e é nosso!!

Tenho pensado muito na vida. Já parou para pensar porque; ou para que trabalhamos tanto??? Porque nos esquecemos dos nossos sonhos com o passar dos tempos? Porque aprendemos ( e pior concordamos!) que não somos tão bons quanto os outros? ... Tenho me sentido numa imensa solidão de mim mesma. Realizei muitos planos e outros esqueci... Não sei porque tenho feito tanto esforço por tudo, se não depende apenas de mim...

Decidi fazer o meu melhor sempre, e apenas isso. Mas ja não me sinto disposta para superar expectativas alheias... apenas as minhas próprias!! será egoísmo? Se for quero ser egoísta! Já não me permito mais me esquecer de mim mesma e me lembrar de todo o resto.

Decidi que meu objetivo é ser feliz!!! e ser feliz consiste em produzir felicidade, e issi depende de amor, carinho e boa vontade!!! E isso eu tenho!!!


Amor a todos

Mariah