Translate

22 de jul de 2012

Falando de passado.




Agora é hora de voltar, após alguns meses de afastamento proposital e natural. Volto a escrever por aqui.

Certas vezes tudo acontece a seu tempo e em sua forma para nos fazer enxergar melhor.

Esses dias li um manuscrito de um livro, com um texto sobre mim.
Esse texto me fez enxergar uma série de coisas, sobre mim mesma, e sobre o mundo a minha volta.
Eu mesma sou muito a ferro e fogo com todas as coisas, com pessoas, com decisões. 
Tenho consciência disso! 
E sempre prezo a verdade, mas o texto me descreve como tendo "um lado omisso preponderante".
Confesso que não demorei muito pra entender o significado, pois não era surpresa alguma que quem escreveu me achasse uma mentirosa.
Mas ao caro leitor que aqui esta, explico: sei que omisso, com essa carga de palavras, parece com 'não se manifestar com relação a algo'; mas na verdade a ideia aqui é a de omitir, esconder.

E foi assim que vi algo que eu já dizia, se mostrar mais real: Uma história sempre tem dois lados!
Quando eu tive esse relacionamento que consta, em parte, no manuscrito, eu saia de uma relação anterior conturbada, confusa e dolorida; e por ter encontrado uma pessoa mais velha eu acreditei piamente que não teria que "adivinhar" sentimentos... Mas o outro lado queria essa adivinhação... Eu entendi que não precisava desenhar os meus sentimentos, pois estavam claros, mas para o outro lado não era assim.

Hoje não me importa, nem um pouco, o que era certo ou errado e esse passado realmente passou; à essa pessoa, alias, dedico muito carinho, muita amizade, e gratidão. 
Afinal um momento leva a outro e sem aqueles desentendimentos não estaríamos onde estamos hoje.
E hoje eu estou mesmo realizada!

Com tudo isso, quero falar sobre o "ferro e fogo" das decisões, e dos julgamentos.
Toda verdade é unica, mas cada historia tem dois lados. 
Respeitar o outro lado e considera-lo antes de julgar é o que devemos fazer, não por sermos melhores (por que não somos mesmo), mas para sermos dignos do outro. Não como casal, mas como pessoa.

Durante muito tempo os julgamentos que fiz não fizeram diferença, até entender esse simples fato.
Hoje recebo os julgamentos alheios e me atingem pouco, mas não esclarecer  os pontos obscuros, inexiste em mim.

Por sorte, só tenho a agradecer.
Com as coisas que acontecem a gente vai aprendendo, inclusive a como não ser.
E com esse aprendizado e seleção de todas as coisas, a vida vai ficando boa.
Hoje aprendi a diferença, a simples diferença, de compreensão de uma unica questão!
Aprendi comigo mesmo que todos temos direito aos nossos momentos, e que isso não significa mentir, ou enganar ninguém. 
Levo meu coração tranquilo.

Com o tempo você vai aprendendo qual a real importância das coisas.

E explicando meu sumiço para retornar ao foco do texto...
Depois de uma depressão daquelas, com direito a crise de pânico no meio da noite, em plena a chuva torrencial que caia, comecei a dar meus primeiros passos para a melhora.
Estou mudando em breve,
De lugar, de ideia, de contexto, de circulo, de ideais...
Estou me aprontando para começar de novo, do zero, sem nada, contando comigo mesmo e com o mundo todo.
Deixando pra trás todos esses momentos que doeram um pouco, mas me fizeram melhor.

De resto, deixo algumas desculpas, e aproveitando pra limpar o peito e deixar passar pesos que ficam acumulados na gente e um dia arrebenta... 
Vou deixando alguns recados.
Os nomes, ficaram guardados para preservar ambos os lados... Mas aí vai:

N. Se eu tivesse que definir tudo em você numa só palavra seria "obrigada". Você foi a luz do meu caminho, e foi quem me guiou do labirinto de mim mesma, para as chances de felicidades que sucederam sua passagem na minha vida;
Mesmo com essa distância, só posso dizer que no meu coração, teu lugar cativo tem teu nome nele!!!

E. Sabe aquela musica do Zeca Baleiro - Bicho de sete cabeças? Pois é... acho que é o que pode definir tudo o que passamos. Simplesmente não era nosso caminho. Foram dias de felicidades para anos de terapia. De qualquer modo o peso das boas coisas deve prevalecer. De todo o meu coração, te desejo toda a felicidade do mundo!

R. À você, minhas sinceras desculpas.
Eu senti, sim, sua dedicação, seu carinho, seu amor. Senti até sua loucura. 
Só não pude corresponde-los. 
Eram muitos sentimentos gratuitos e minhas feridas me assustavam. 
Não quero que me perdoe e não quero vinculo.
De qualquer modo, preciso registrar o quanto você é especial e o quanto merece alguém tão especial quanto você. 
Apenas aprenda a dosar. nem demais e nem de menos, no ponto; o resto você tem, e combinado com esse par de olhos verdes, não tem pra ninguém. Meu carinho eterno a você.

S. É hora de olhar o outro lado da moeda!
Obrigada por me fazer enxergar minha incapacidade, com você aprendi que embora, por vezes, acreditemos amar plenamente, esse amor não é suficiente se for unilateral; mesmo que o nosso desejo queira isso. 
Sem você, eu não entenderia o quanto merecemos do outro também, e que a relação tem que ser de igual pra igual, não adianta jogar expectativas e frustrações, por que cada ser humano é único.

Leão, ja não há palavras inventadas em nenhum idioma para te traduzir!
Nem os "obrigadas" do mundo todo valeriam para agradecer, sua amizade antes de tudo, sua parceria antes de qualquer outro sentimento, sua intensidade, sua inteligencia e esse ar de liberdade que tenho em você e que me mantém cativa!
Todo esse tempo tem sido de muita alegria em meu coração, Essa paz que me proporciona e essa possibilidade de falar tudo sem parecer, erro, pecado ou farsa são os melhores presentes que já recebi de alguém.
Obrigada por existir na minha vida!!

Amor à todos.
Beijos na alma.