Translate

22 de jan de 2009

Decifra-me (e ME devora)


Hoje recebi um comentário sobre meu último post. Me alegrou muito, saber que sou lida por tanta gente inteligente, legal e bacana. Gosto de saber o que as pessoas setiram ao "me" ler.
Mas hoje foi diferente, porque mais que ler ( e até se achar um pouco lá...), quem leu me compreendeu!!
As vezes eu sou mesmo assim: falo demais sem dizer nada, ou silencio dizendo muito... e é preciso perspicácia para entender quando falo e o que falo.
Gosto da ligação que existe ( embora muitas vezes oscilante) entre quem escreve e quem lê.
Em mim, hoje, resurgiu aquela alegria infantil de ter sido vista além do que mostrei. E é sempre bom receber um carinho de quem gosta da gente, e o "afago verbal" é, por si só, encantador.
Na vida a gente encontra uma diversidade de pessoas... Por isso mesmo, quando a gente encontra alguém que mais que entende, compreende, é como um presente dos deuses á uma reles mortal.
Quando a gente é compreedido, fica fácil se mostrar, se entregar, dar-se a devorar em ideias, sentimentos e momentos...
Sou verborragica, todos sabem, isso me salva ( ?!!), da solidão de estar acompanhada e não ser entedida.
Por isso mesmo esse post é para agradecer á todos que me leem, se veem um pouco através das minhas palavras e me veem um pouco também...
Mas hoje, em especial ( mais que especial!!!) vai para você Sonia.
Obrigada pelo carinho, pelos mimos, pela paciência com meus surtos e minhas crises verborrágicas, pelas broncas e brigas ( até com elas aprendo..). Pela sua existência.
Os bons ventos te trouxeram e espero que a chuva de carinho que sinto por você, não te permita ir embora!



Aos demais que passam por aqui de vez em quando. Obrigada!!!
Pelos coments de vez em quando, pelo carinho sempre. Vocês são tesouros preciosos.


Amor à todos


Beijos na alma



2 comentários:

Nathalya disse...

Adorei!
Adorei a cara nova do blog, adorei sacudida nova, adorei a postagem nova. Em suma, adoro você!!!
Ja me fazia falta esta sua alegria apaixonante e apaixonada de viver.
Já que me encaixo nos agraciados com a sua gratidão. Obrigada digo eu, pela sua luz.
Você é mesmo Mariavilhosa!

Amor pra sempre.

Sonia disse...

Sozinha eu não seria tão especial somos reflexos...
E Posso afirmar que essa chuva de carinho tende a inundar meu coração onde o que mais quero é nadar sempre e pq não dizer me afogar até morrer.
Brigadúúúúúúú!