Translate

16 de fev de 2009

Segunda pele...



Então é assim...
A vida mostra o quanto é cíclica e soberana em si mesma... as coisas tendem a finalizar onde começaram...
Escrevo em total incoerência, por que assim deseja meu coração.
Por três vezes gritei o meu amor a plenos pulmões.
Por três vezes implorei uma palavra em reposta .
Por três vezes te neguei para mim mesmo.
Por três vezes declarei o fim...
E agora, minha alma arrebenta-se em desalento, clama que tua força seja maior que a minha, e que me faças voar por esses precipicios de sentimentos que me cercam...
Não posso esquecer o calor do teu corpo sobre o meu, nem o sabor da tua boca na minha, não posso esquecer tuas mãos em mim...
Minha alma esta tatuada com você.
Minha respiração ofegante implora que me tape a boca com o teu beijo mais escandaloso, mais caloroso, que me mantenha atada a ti.
Se minhas palavras pesam e ferem e por ser tão imensamente tua que a distância me deixa a beira da aridez de um deserto.
Me quero tua, nua... alma, mente, corpo... plena.


São, essas, as minhas palavras de adeus!
Sou cidadã do mundo.
Quero paz e plenitude.



Amor à todos

Beijos na alma


(Créditos devidos: algumas frases foram tomadas emprestadas de um conversa pessoal, portanto os nomes ficarão ocultos.)

6 comentários:

Angela Montenegro disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Nathalya disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Shanne disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Beatryce disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Angela Montenegro disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Sonia disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.