Translate

7 de fev de 2009

Minha súplica à tua poesia...( escuta, responde)


esquece o medo e vem comigo
a estrada é longa e a noite escura
mas vem comigo...

entendo que não há segurança
na minha inconstância

mas vem comigo

eu posso ser tua poesia
deixo você escrever no meu corpo
e derramar em mim
sua apatia vazio e aflição

e se a poesia não vier ainda assim
não tem problema
nosso caminho é poético e nossa vida
um convite

vem comigo


(Danieli - D. C. )


Postei essa poesia, porque além de linda ela diz como eu me sinto.
É como um resgate das minhas palavras escritas por outras mãos, mas com a precisão absoluta do meu sentir.
Dedico aos poetas, dedico em especial ao poeta que é ao mesmo tempo (e ao seu próprio tempo) tão sublime quanto efêmero, tão anjo quanto demônio...
Para você, que veio me ler, um pouco por curiosidade, um pouco para manter a proximidade...
Para você. Assim como é para você cada palavra que reprensenta o meu sentir!!!

De onde veio esta, tem muitas outras tão boas quanto...
Acessem http://obolosanie.blogspot.com/. E se encantem.





Beijos na alma


5 comentários:

Shanne disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Shanne disse...

Uau, minha flor.
Com esse convite aí se houver recusa, pede para sair ( de vez da tua vida!).
Irresisitivel como sempre.
Faz o convite pra mim que eu aceito. rsrsrsrs
Porque as pessoas com muita sorte, nunca percebem que tem????

A autora realmente escreve muito bem.
Bjkas

Nathalya disse...

Convitinho fácil de aceitar...
Minha querida, so convide aquilo que relamente é bom para a sua vida!
Pondere, não se engane...
Amor pra sempre

Beatryce disse...

Uau, mulher...
Convidando assim, será que tem gente tonta que não aceita??
Tu sabes bem o que representa um convite teu... Não creio que há quem rejeite.
Minha doce e meiga senhorita, deves convidar somente se quiseres ter e manter.
Minha amiga amada, desejo a ti toda a felicidade do mundo, achando que ainda é pouco diante de tudo o que mereces.
Bjs pra ti.

Sonia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.