Translate

12 de jul de 2008

Minha singela declaração...


Porque, quando tudo parece em seus devidos lugares, quando a calmaria começa a resvalar meu mundo, vem esse essa sensação de que falta... de que falta isso tudo que me foi prometido sem muitas palavras para prometer...

Falo do que sinto... falo disso que foi desperto dentro de mim, por palavras que me exigem sem saber o quanto isso pode tumultuar todo o meu pacato mundinho, reconstruido tão devagar, e depois de tantas lágrimas... é desse sentimento inexplicável que falo. Dessa vontade que minha alma sente de sair correndo desse momento de paz e se embrenhar no meio da floresta a frente... Tudo tão estranho, tão novo, tão intenso...

Meu ser inteiro teme e mesmo assim anseia essa descoberta. Anseia entrar no desconhecido, na floresta da alma, onde o leão não é rei e sim os esquilos! Estranho como um bichinho tão meigo e tão singelo possa de repente dominar uma floresta inteira... de sentidos... de conceitos...

Sei que meus caros leitores não entendem nada do que falo, mas admito que eu mesma não entendo do que falo, nem mesmo entendo oque sinto... Apenas minha alma grita intensamente por alguma coisa que não sei definir...

Apenas mais um desabafo...


Amor a todos e muitos beijos

2 comentários:

Thais Stella disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Julia disse...

Esquilos? Como aquele da era do gelo? Sei como é isso...
Esquilos podem mesmo ser muito encantadores, sem dúvida...
Beijos
Conte comigo sempre, eu te amo!
Julia