Translate

2 de set de 2012

Fechando as portas.



Eu tenho me sentido muito só nos últimos dias.
Trabalho ruim, filhos dando trabalho, vida dando aquelas rasteiras que deixam a gente com raiva...
Uma vontade absurda de chorar.
Mas é aqui que a gente paga o preço pelas nossas escolhas.

Eu ando carregando algumas magoas aqui no peito.
As vezes penso em vomitar tudo o que tenho sentido, as vezes penso em deixar pra lá.
Vou achando que não vale a pena, mas esse sentimento que conheço como raiva me compele a repensar.

Eu li por aí que não existe ex amigo, existe filho da puta! E quer saber? Concordo!
Mas tem um "limbo" entre um extremo e outro...
E aqui eu penso que algumas pessoas já não valem a pena.
Estou mudando tudo mesmo, então pra que dar valor a qualquer coisa ruim, de quem não tem mesmo tanta
importância na minha vida.
Eu já disse antes, e repito, a vida é feita de um grande processo seletivo do que é bom e vale a pena e do que não é.

Essa coisa de magoa é complicada.
Se você prende pode ganhar um câncer, se você solta ganha magoas alheias... Complicado essa coisa de ser gente,
Acho que todas as pessoas sofrem, de vez em quando, da síndrome do estrangeiro.
Sabe como é? Quando você não se encaixa, esta desconectado do resto do mundo?
Pois é.
Sinto uma saudade brutal da minha terapeuta...

Ando cansada. Cansada de gente que precisa provar qualquer coisa sobre si mesmo.
Eu não sei dizer como, mas quem é o que quer ser, é e pronto.Não precisa listar sobre si mesmo!

Vou deixar a magoa passar. Aceito que não vale mesmo a pena.
Coisas bregas me aborrecem!
Volto, eu acho... quando a raiva diminuir e essa coisa toda em mim se amenizar.




Amor à todos
Beijos na alma.


Nenhum comentário: