Translate

11 de jul de 2009

Ao seu devido tempo.




 Lulu Santos - Tudo Bem


De tempos em tempos a alma transcende espaços. Assim como ultrapassa a si própria e compreende.
Compreende sua essência e totalidade e passa à um passo adiante. Afinal é preciso continuar.
Me pergunto porque ousamos dizer "para sempre" ou "nunca mais", se ambos levam tempo demais para existir e se tornarem reais.
Por esses dias me peguei pensando em promessa e juramentos de amor. E ri!!
Ri dos meus próprios e de outros mais...
Ri dos momentos, únicos,em que a felicidade fica tão intensa que simplesmente prometemos e juramos. E ri do fato, indiscutível, de que naquele instante a promessa feita é uma VERDADE ABSOLUTA.
E minha duvida ficou maior...
Em qual momento nossa consciência transcende todos os obstáculos e passamos a ser mais reais?
Será quando somos tão felicidade, que juramos eternidade, mesmo sendo efêmeros?
Ou, será quando acreditamos nas verdades das promessas, sabendo que são passageiros, mas ainda assim as acreditamos eternas?
Somos realmente engraçados.
Conhecemos nossa impossibilidade de eternizar tudo o que somos e tudo o que sentimos. Mas quando amamos, nos esquecemos... E acreditamos no "pra sempre" e "nunca mais".
Na verdade, deve fazer pouca diferença diante da sinceridade com a qual sentimos e prometemos.
Mas e depois??
E a saudade amarrando o peito em nó apertado? E a frustração do sonho acabado? E a certeza de que o "pra sempre" sempre acaba?...
Acredito que nesse instante, talvez, nossa consciência se recolha por um instante e passemos a um estagio de semi-consciência entre a verdade do que somos e a verdade do que sentimos.
Também percebo, que divagar, como acabo de fazer, não diminui a saudade em nós.
Apenas falo para que se gaste a ausência das promessas, minhas e outras...


Amor à todos
Beijos na alma.

4 comentários:

Thais disse...

Você ser minha melhor é um dos poucos "para sempre" que reconheço como verdade diante do tempo, sabe?

Anônimo disse...

talvez o para sempre e o nunca mais sejam variáveis de um mesmo termo que significa... ao menos por agora sou feliz...
realmente engraçado... também ri... mas uma risada de quem não está entendendo nada... ou tudo...
Vcê foi e ainda é a única pessoa que me entende... isso me faz rir...

Anônimo disse...

SEMPRE QUE LEIO OQUE VC ESCREVE, FICO ME PERGUNTANTO SE VC ESTA FALANDO DE MIM, OU DE SI MESMA? TENHO A IMPRESSÃO DE QUE VC DESVENDA AS PESSOAS, MESMO QUANDO ELAS NÃO DIZEM NADA, E DE POIS TRANSCREVE OQUE VIU.
VC REALMENTE É A UNICA CAPAZ DE ENTENDER PESSOAS... CAPAZ DE ENTEDER A MIM....

SAUDADES ENORMES. A.M.

Nathalya disse...

Eu, sempre passo por aqui, mas não tinha ousado mais comentar... No entanto, depois dos últimos 3 posts não resisti.
Acho que não sei explicar os sentimentos assim como você... Mas acho que sentir seja o bastante para nos garantir o direito de promessas. Já não sei se acrefito nelas, mas sei que ela nos são necessárias.
Minha maior promessa foi de distancia... e acredite, a mais dificil de cumprir...
Algumas verdades são indiscutiveis.
Sua nobreza é uma delas!!!!
E prometo solenemente, permanecer a admira-la. Isso sim é pra sempre.

Beijos nossos

Nathy e May