Translate

21 de dez de 2009

Carta ao Leão






Na noite em que os meus sentimentos buscavam ser o mais pleno que pudessem, descobri você, Leão!!
Naquele dia, o Leão era um gato assustado de sentimentos, estava acuado, escondido de tudo o mais por sua própria dor. Você bem sabe da minha memória. Me lembro de cada detalhe.
Gosto de apreciar sentimentos. E observando por aí, encontrei uma infinidade deles... Já vi sentimentos garças, lebres, cobras... encontrei sentires gazelas, polvos, tubarões, rinocerontes...
Mas minha grande alegria foi encontrar o sentimento Leão!
Apesar de dolorido, meu adorado Leão, havia em você uma esperança guardada. Talvez fosse um grito de socorro abafado pela muralha que te escondia.
Mas eu ousei, eu ouvia o grito, tinha que ficar.
Você sabe, Leão, não sou boa em não saber das coisas, e sou pior ainda em não sentir... E não sentir Leão em mim, era dar chances a infelicidade.
A principio me compadeci, ate me entristeci; Tua tristeza era tamanha que baixava tua juba ao falar, e elevava a dor da tua alma.
Me lembro de uma noite em que, deixando-me encantar pelas tuas definições, Nando Reis contava insistente " Estranho seria se eu não me apaixonasse por você..."
Realmente, seria estranho...
Depois de tanto sentir e não sentir Leão em mim...
Nesse tempo, meu campo de observação se perdeu um pouco. E passei a viver um sentimento águia. Mas apesar do voou alto e quase perfeito, não fossem os apavorantes rasantes, eu nunca deixei de sentir você.
Ah, meu amado Leão, talvez eu tenha voado alto nas asas da águia por medo de acariciar tua juba pela nuca, e nunca mais poder deixar de sentir assim.
Enfim, a águia ganhou seu tempo de recolher-se, quebrar unhas e bico, arrancar as penas, renovar-se; e me soltou em um rasante quase mortal.
A minha maior sorte, presente dos deuses que agradeço todo dia, foi cair no único espaço em aberto na muralha que te cercava.
Confesso nesta carta, que muitas vezes eu te estranhei.
Afinal sentimento Leão é sentimento Rei! Seu rugido que deveria assustar a dor, apenas, e mal, afastava os que não tinham coragem de te conhecer.
Te estranhei acuado num canto do coração, uma vez que deveria ser a plenitude do ser.
Pois Leão é um dos maiores sentimentos.
Por sorte meu medo de não sentir nada, é muito maior do que o medo de sentir, e assim foi impossível aceitar que me evitasse.
Minha ânsia era dominar tua fúria, aprender teu rugido, pentear tua juba, deitar entre as tuas patas ferozes e me encolher pra descansar. Queria mesmo era estar junto, e não apenas sentir, mas também ser parte de ti.
Era uma certa consciência inconsciente desse adorar-sentir-desejar-você Leão em mim.
E fui te vendo, te aprendendo, te decorando, fui vivendo e deixando viver esse coisa boa que, mesmo Leão, acalma meu ser.
E assumo nesta carta, esse sentimento felino, que é estar apaixonada pelo Leão!!!




Dedico à todos que entendem o sentimento leão.

Amor à todos
Beijos na alma

4 comentários:

Anônimo disse...

Minha Deusa verborragica. rsrsrs
Não sei ao certo se perdi a essencia das palavras, ou se a intenção é mesmo nao declarar se fala de sentimento ou se fala de alguém.
Não fosse ja ter me tornado retorica, ia repetir que adorei! Já nem sei se amo tudo oq vc escreve por amar mesmo tudo oq vc escreve, ou por amar vc!!
Não sei se sei oq é um sentimento leão, mas tenho a sorte de ser de leão, Rsrsrs.
Muitas saudades, minha querida!!!

te amo devotamente.

Shane

Anônimo disse...

AMEI!!! TÃO MEIGO, TÃO AFETIVO, TÃO FORTE.
EU GOSTARIA DE ESCREVER ASSIM, FALANDO DOS MEUS SENTIMENTOS TODA PROSA E CHEIA DE POESIA.
MAS NÃO ME DERAM ESSE DOM. POR SORTE A VIDA ME DEU VOCÊ! E ASSIM MEIO ATRAVESSADO MESMO, VOU ME VENDO DESCRITA EM SUAS PALAVRAS.

AMO VOCÊ PRA SEMPRE.

A. M.

Anônimo disse...

Eu havia te dito que nao sabia bem o que dizer, por isso nao comentei. Talvez eu continue nao sabendo me expressar, preciso de mais treino, adestrada chego longe... rsrs... mas queria dizer que adorei o texto, me trouxe lembrancas! Obgda por td o carinho e dedicacao que me sao ofertados, vc eh o anjo na vida do Leao! xxx

Thais disse...

Bah!
Só pra não perder o costume de inicialmente rejeitar todas as novidades da sua vida... rsrsrsrsrsrs