Translate

4 de nov de 2009

Quando estou é quando sou...






E, hoje, me dominam certezas, e eu conheço bem sua importância.
Os desejos são resgatados por felicidade e anseios.
Os Sonhos são bons. Tenho os melhores possíveis.
Em flashs vejo bocas sorrindo, bocas desejando um beijo. Intimidade!
Nada é melhor do que um beijo na boca, um beijo bem dado, um beijo demorado...
A gente sabe que ficou marcado quando o perfume alheio penetra a nossa pele e se instala.
E o corpo contem suas lembranças.
E vem o toque, a maciez da pele, o olhos nos olhos ou os olhos fechados.
O corpo entrega-se, alheio aos bons sonhos, aos fatos, à verdade.
Perfeito é quando, do nada, vem uma lembrança e com ela a certeza de ter acontecido.
Mas quando no tempo, se o tempo é relativo?
E o tempo?
Ah, o tempo... "mano velho, traz ainda um jeito de ser"...
Todo o tempo do mundo é pouco quando a alegria acontece.
E a alma, inebriada, fica serena, fica plena e aproveitando o lado vazio começa a renovar-se, e contamina.
Assim cada dia é mais uma chance de nos encontrarmos.

" Eu trocaria todos os meus amanhas, por um único ontem."
Janis Joplin


Amor a todos
Beijos na alma

Um comentário:

Anônimo disse...

Gatinha, amei!!!
Dá até pra sentir a intensidade. Ja falei que sou sua fã? e que acho que você perde um tempo precioso, nao procurando uma editora? Já falei que o tal livro devia sair do projeto para a ação, e assim para a prateleira de alguma livraria?
A intensidade da sua escrita, é dominadora, fascinante. Sempre me sinto meio jogada no chão, quando leio seus textos, é uma força, uma sensualidade. Enfim...
Vou dizer que amei!
Amo demais, amo sempre!

Beijos enormes e cheios de saudades

Ana Estrela

Juro que tenho pensado horrores se fico ou não por aqui, porque não sei se suporto a saudade de você.
Te amo muito.