Translate

18 de out de 2008

Para Beatrice e alguns mais.


De novo, eu, caminhando por ai, entre o mundo real e o mundo virtual, vendo gente, conhecendo gente, respirando gente... Não tem jeito me apego! Me apego fácil, amo fácil e me compadeço com as dores do mundo.
De novo, eu, aprendendo. Aprendendo a ser mais eu, crescendo cada vez mais.
Minha amiga Beatrice me disse que sou mais bela quando me perco só um pouco de mim mesma, que atrasos são o ápice do meu charme ( há quem discorde Bea...), e que saber que eu estou lá mesmo que longe é um conforto.
Essa foi uma das mais belas declarações que ja ouvi!
Cada dia me sinto mais encontrada, é assim que vou sendo feliz!
Se tenho dúvidas??? Aos montes, posso até vendê-las... Mas também tenho tantas certezas que não ouso desacreditar de mim mesma.
De novo, a Bea me disse que o caminho é mais fácil quando sabemos pra onde vamos e me pede pra mostrar o caminho...
Ah, minha doce Beatrice, só esse nome já te facilita a estrada. Caminhe sem medo e chore cada vez que o peito lhe clamar. Se tropeçar, espragueje. Grite, xingue, se zangue com o mundo e com a vida, e depois continue sem nunca se esquecer de agradecer.
Eis o meu segredo: Gratidão!!!

Mais uma etapa da minha vida se abre diante dos meus olhos, e eu a recebo com carinho!!
Obrigada à cada um que esteve comigo tempo o bastante pra me mostrar um sorrisso, pra me dizer obrigado, pra me abraçar com carinho e me dar beijinhos que confortam.

Sou assim mesmo... inteira demais pra ficar meio lá e meio cá na vida.
Sou de passagem em muitos cantos, em muitos lugares, em muitas vidas. Mas sou eterna em muitos corações. E só isso ja faz valer a pena!!




Amor e muito amor mesmo à todos

Beijos na alma



2 comentários:

Thais disse...

Beijos...
De alguém que também "é de passagem"...
Mas que te ama o tempo todo.

Nathalya disse...

De passagem talvez, mas eterna com toda certeza!
Estava com saudades desta escrita, que bom que atualizou, estou aguardando o próximo post.
Meu carinho eternamente.
Beijos