Translate

22 de set de 2008

Assim...


Ela caminhava despretensiosamente em seus sapatos de verniz, que de algum modo lhe lembrava a infância... " A vida é mesmo cíclica", concluiu... quando menina adorava sapatos de verniz.
Caminhava devagar, na verdade, odiava a pressa, desconhecia o correr. Muitas vezes chegava atrasada aos lugares, devia aprender a sair mais cedo, pois andar apressadamente sem observar o mundo á sua volta era inconcebível...
O vento frio acariciava-lhe a pele quente, a sensação era adorável... Sentia tudo o que acontecia, tinha seus sentidos despertos e alertas... O vento açoitava-lhe o rosto com seus próprios cabelos. Seu coração pulsava dentro do peito.
Seu sentir era enorme e pulsante e vibrante como um furacão...
Todas as sensações passavam por seu corpo e não havia ninguém que a entendesse para que pudesse dividir.
Lembrou-se de Arcádia, seu refúgio em um passado distante, mas lá perdida entre versos dizia a si mesmo o que sentia. Hoje, seus sentimentos gritavam dentro dela sua existência. Ela sabia que estava viva!
Conhecia-se bem demais para mentir pra si mesmo. Sabia onde estava!!! Sabia quem era!!
E por mais que ninguém a compreendesse ela queria estar sozinha, naquele instante. Talvez pela primeira em sua vida, estivesse realmente só, e desejava, necessitava estar assim.
" Egoísta, Estúpida, Arrogante e Covarde" gritavam-lhe na cara... Mas ela sabia que cada uma dessas palavras era por amor, era por medo de perdê-la de vez...
_ Acrescente cruel à essa lista - pediu ela. Os olhos banhados em lágrimas, mas não podia ser vista naquele instante. Ninguém saberia o quanto lhe doía...
Seu amor não diminuía, transmutara-se... mas de fato estava egoísta, não queria explicar.
Queria naquela noite uma taça de vinho, queria ser amada com intensidade... mas sua escolha era ficar só!
E ali, de frente á porta de sua escolha, olhando-se como sempre fazia, respirou fundo e deu mais um passo atravessando-a. Parar ou retroceder era proibido!


Esperem de mim apenas a verdade do meu sentir, ainda que seja incoerência...



Beijos na alma



3 comentários:

Nathalya disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nathalya disse...

Querida, que texto mais lindo. Fico sempre, e cada vez mais, extasiada com vc.
Adorei esse novo layout, tem mais vida, é mais intenso, é mais VC!
Me faça um favor, nunca deixe de escrever, mesmo que eu seja sua unica leitora. Gosto de verdade das coisas (e da forma) como vc escreve.
Meu carinho pra sempre
Beijos
Nathy

thais disse...

Mãe...
Que texto mais FORTE...
Poxa meu dia ganhou mais significado, depois de sentir um texto como este.
Por um instante tive a impressão de estar de volta a uma vida que não foi minha...
Obrigada...pela luz no meu dia hoje e sempre!

Com mto AMOR!
Bjokas
Thais