Translate

12 de fev de 2016

...



Tenho muitos amores. 

Tantos que não cabem em mim. 
Amores que me levam pela vida 
Amores que a vida me leva... 
Tenho amores que são leves 
Como balões. 
E outros que me pesam. 
Tenho outros sem padrões. 
Ainda assim, amores. Ainda assim, meus. 
Ainda assim, eu!
 Eu mesma, inteira. 
Toda feita e refeita de amor. 
Na receita,  muitas colheres de dor. 
Na mesma eu, 
Muitas partes de um amargo sabor.
 E  assim, tudo junto e unido, 
Tomam formas de  balões coloridos. 
E eu caminho!

 Tenho muitos amores!

2 comentários:

Raquel Pinto disse...

Olá...Amei o poema. Versos muitos bem elaborados repletos de ternura e erotismo.
.
Deixo um carinho

Mariah disse...

Obrigada, MOça, bem vinda!