Translate

18 de set de 2011

há dias e ha dias...

Tem dias em que se faz a impressão de que estamos em desacordo com o restante do mundo. 
É como aquela musica do Chico Buarque, que diz "Tem dias que a gente se sente, como quem partiu ou morreu, e gente estancou de repente...'
Hoje eu me sinto minada de forças. Acho que fiquei deprimida. 


De repente olhei em volta e não vi com felicidade as minhas falhas.


Ando numa fase de querer entender eu mesma. De querer melhorar tudo o que eu sou,. Melhor mãe, melhor mulher, melhor filha...
E esse papo de mãe tem me pegado.




E é mesmo assim...
Mas algumas vezes e sem motivo de ser ou não, esse coração fere!
E hoje meu desanimo deve-se a essa ferida, dolorida, aberta, chamada filho.


Que mesmo assim, mesmo amargo, mesmo batendo descompassado, ainda assim é uma das coisas mais importantes que a vida nos dá.
Uma vez me disseram que deus escolhia a mãe, como anjos para protegerem os seus. Ideia dolorida pensar que talvez comigo tenha sido a escolha errada..


Enfim, hoje foi um desses dias que a gente chora, pensa e chora mais um pouquinho, e um desses dias de imensa solidão... Como se eu fosse a unica criatura em todo o planeta.


Mas o que posso esperar é que amanha seja melhor, so um pouquinho.




Amor a todos


beijos na alma.

Nenhum comentário: