Translate

20 de mai de 2011

Hoje só por hoje...






Hoje estou com uma sensação estranha e indefinida no peito
Ontem tive uma briga com meu filho de 15 anos, e de repente um peso muito grande fez parte de mim.

E nessa mesma discussão, senti uma das maiores emoções de toda minha vida!
Meu filho olhou pra mim, bem no fundo dos meus olhos e me disse: “Mãe, você é a mulher mais forte que eu conheço! Não é pra qualquer uma peitar o mundo, criar três filhos sozinha, dar bronca e carinho com a mesma intensidade..."
Chorei muito.

Às vezes fica dentro de mim, uma sensação de fracasso tão grande, ou de falta...
Parece que não dou conta para os diversos papeis que a vida me deu.
E ouvir meu filho falando assim, no calor de uma discussão, onde eu usava deliberadamente meus direitos e poderes de mãe; Foi uma recompensa para os meus dias de stress e para minhas duvidas sobre minha própria capacidade.

Eu não sei por que, mas tenho a impressão que em alguns momentos a vida vem sacudindo tudo só pra fazer a gente ver que pode um pouco mais.
Eu tenho me sentido meio cansada nesta ultima semana.
São tantas pendências pra finalizar, e me sinto tão sem forças. Ontem ao menos, eu pude ver que estou indo pelo caminho certo.

Às vezes, como agora, tenho vontade de fugir pra algum lugar lá bem escondidinho do mundo, e ficar lá um pouco. Escondida disso que se chama vida, disso que se chama viver.
E os papéis?
E todos os papéis que nos cabem fazer?
Não são poucas as vezes que tenho medo de não conseguir...

Hoje, não só pela briga, mas pelo acumulo de sentimentos na garganta, que já não se vertem em lágrimas com facilidade. Eu me sinto imensamente sozinha.
Com aquela estranha sensação de não estou na mesmo dimensão de mais ninguém, e estar tão só é dolorido.

Preciso despir minha alma, mesmo com o frio a domina.
Mas hoje, só por hoje, me deixo entristecer...


Amor à todos

Beijos na alma

3 comentários:

Thais Stella disse...

Amada
A você todo o meu respeito, meu amor, meu abraço carinhoso.
Por vezes faz bem se permitir esses momentos. Eu te amo muito.

Nilo disse...

NEM SEI POR ONDE COMEÇO, MAIS HOJE ACORDEI NUM DIA RUIM E DO NADA ACHEI O LINK DO BLOG E LI ESTE TESTO QUE ME MOSTRA UM OUTRO LADO DE ENCARAR OS PROBLEMAS. MAH VALEWU CONTINUE ESCREVENDO SEMPRE PQ VC ESCREVENDO SE LIBERTA DOS SEUS PROBLEMAS E AJUDA OUTRAS PESSOAS ASSIM COMO HJ SEM SABER CONSEGUIU ME AJUDAR. OBRIGADA E BJOS!

Meu Maior Projeto disse...

Minha amada Mariah, a vezes temos mesmo que nos deixar sentir, mesmo que seja tristeza. Parar e olhar para nós, pra dentro.

Me pego muitas vezes com esse sentimento de pendências da vida porque o tempo não espera, mesmo. Mas acredito que a vida começa de novo todos os dias como um sinal de que ainda há tempo para sermos felizes e alcançarmos os sonhos, seja ele qual for.

Bjos