Translate

24 de jun de 2010

Sobre corpos



O corpo acorda em brasa. sem certeza de ser febre ou desejo latente.
a voz, o cheiro,a pele...
O anseio!
as pernas se contorcem, comprimindo as coxas, sentindo o corpo coberto por beijos e levemente dominado pelo peso do outro corpo.
Sexo molhado. Molhado como a boca após o encontro de outra língua.

Os olhos ainda sonolentos, sequer se abriram. A respiração entrecortada e forte aos ouvidos, era tudo o que os sentidos precisavam.

Um toque...
Mão macias e suaves deslizando na pele quente. Respiração mais fortes, bocas unidas, mãos que exploram cada centímetro.
Dedos escorrem pelo colo, seios, barriga, entre as coxas...
Penetram o corpo deixando os poros gritantes por mais.
Sussurros aos ouvidos...

Beijos.
Momentos sôfregos,, impulsos selvagens, desejos de fêmeas.
E, em um movimento intenso, o corpo explode.
A boca mistura-se em suspiros e gemidos.

Prazer!!

Amor á todos
Beijos na alma.

Um comentário:

Anônimo disse...

É vc na foto????????
Calor... rssr.

Texto do cacete, esse, to queimando.
Mas só sente quem entende, não é??!!


Te amo devotamentende,

Shane