Translate

15 de mai de 2009

15 de Maio



 Vanessa da Mata - Minha herança uma flor



Viver é mesmo engraçado.
Somos artistas solando no palco do mundo. Nossa plateia, além de nós mesmos, são nossos amores, nossos horrores, nossas dores, nossos sentimentos.
Em alguns instantes ficamos por um fio entre um grande drama e um grande ato comico. Ouvimos aplausos no meio desse grande espetáculo e ouvimos vaias também...
E continuamos.
Somos personagens das histórias mais "spilberguianas" e "felinianas" que se possa imaginar...
Mas o que buscamos é de fato o ato perfeito!
Em alguns momentos quando as luzes da ribalta se elevam, acreditamos! É agora!!!
Mas o espetáculo continua.
Hora sou eu mesmo, hora sou o outro e permaneço nessa ponte que OS une, que ME une, que NOS une.
Meu desejo é fazer meu "show de vida" com glamour. Eu quero fazer do meu espetáculo particular/universal uma gloria sublime.
Mesmo que apareçam tons inglórios vez ou outra...
Pois já não sei se APRESENTO eu, ou se REPRESENTO o outro...
Somos reflexos!!!


Amor à todos.

Beijos na alma.

Em tempo: Andei, como todos sabe, reclusa e avaliativa ( auto-avaliativa). É sempre assim quando a gente se conhece bem demais e não pode mentir pra si mesmo...
Na minha avaliação vi que errei muito e acertei muito. Vi que em muitos momentos a culpa foi compartilhada. Vi que os acertos foram dividos. Resgatei amigos, e me despedi de excessos. Reencontrei pessoas, sentimentos, e reencontrei eu mesma. E que prazer é me reencontrar!
O passado se despediu, por fim. Não sem dor, não sem lágrimas, não sem lições...
Mas agora, é um novo momento. Um novo ciclo.
E hoje é simplesmente, O PRIMEIRO DIA DO RESTO DA MINHA VIDA!!!

Á todos vocês e a cada um de vocês que faz parte da minha vida, o meu MUITÍSSIMO OBRIGADA!!!

Nenhum comentário: